terça-feira, 29 de março de 2011

Morre José Alencar


Depois de lutar por mais de 13 anos contra um câncer na região abdominal, o ex-vice-presidente da República José Alencar morreu na tarde de hoje aos 79 anos, em São Paulo. A morte foi às 14h41 em decorrência do câncer e de falência múltipla dos órgãos. O corpo será velado nesta quarta-feira (30 de março), no Palácio do Planalto, em Brasília. Na quinta-feira (31), o corpo vai para Belo Horizonte, onde será novamente velado no Palácio da Liberdade e, posteriormente, enterrado no cemitério do Bonfim, na capital mineira.

A luta desse guerreiro mexe bastante comigo, já que a minha avó morreu da mesma doença, em 2004, na região do pâncreas. Quem conviveu de perto com alguém que lutou contra essa doença infeliz pode entender o que estou falando. Mesmo com tanta evolução, estudos e pesquisas, ainda somos indefesos diante de uma doença tão cruel como o câncer. É triste, mas é a vida.

Durante o tratamento, Alencar foi submetido a 17 cirurgias, perdeu um rim, dois terços do estômago e partes dos intestinos delgado e grosso. De dezembro até os primeiros meses de 2011, o guerreiro voltou a ser internado diversas vezes, sempre em situação muito grave. Cirurgias foram descartadas nas últimas internações devido ao estado delicado de sua saúde. José Alencar virou sinônimo de luta e coragem, sempre com bom humor em suas entrevistas e sem medo de enfrentar a doença. Aplaudo de pé a garra desse patriota que tanto lutou para viver e não tinha medo da morte. Vai com Deus, José Alencar.

Um comentário:

  1. Amei essa postagem Daniel. Acho que o câncer é pior do que qualquer outra doença. A AIDS ainda dá para controlar com um super tratamento. Mas o câncer vai se alastrando em uma velocidade horrível, matando aos poucos e fazendo o ser humano sofrer com tanta dor. Mas a vida às vezes ela é injusta. Mas não podemos deter. José Alencar lutou, mas quando chega a hora, não dá para escapar. Mas sabemos que ele está em um lugar melhor, onde não sente dor, não chora e onde não há sofrimento. Descanse em paz.

    ResponderExcluir