terça-feira, 1 de março de 2011

Oscar 2011


Vamos aos trabalhos... gostei da premiação de melhor maquiagem para "O Lobisomem". O filme não é tão bom, mas temos que ser justos. A transformação do homem em lobisomem é lindamente assustadora.

A melhor animação não poderia ser diferente, tinha que ser o "Toy Story 3". O desenho é um encanto e os bonecos emocionam tanto os adultos quanto as crianças. Bem que eu avisei lá na minha postagem sobre "Toy Story" que essa terceira série da animação era a melhor de todas e ia render premiações. Merecidamente, claro.

Ainda não assisti "Cisne Negro", mas gosto muito da Natalie Portman. Pelo pouco que assisti no trailer e em imagens na internet, a moça deve ter batido um bolão mesmo. Confesso que também ficaria feliz com a estatueta na mão da Annette Bening como melhor atriz. Gostei muito do filme "Minhas Mães e Meu Pai".

Já "Alice no País das Maravilhas" ganhou o que tinha que ganhar: prêmios de direção de arte e figurino. Como disse o José Wilker na Globo, "visualmente o filme é um espetáculo", levando a sério o mundo da fantasia.

Não quero comentar sobre "A Rede Social". Apesar de o filme ter sido um sucesso de bilheteria e obter indicações em várias categorias, não acho que seja filme para ganhar Oscar. Em nenhum dos quesitos. É bom, apenas isso. O tema que está em constante destaque ultimamente, talvez isso tenha contado também. Me deu um alívio danado de não ter a história do facebook como melhor filme.

Melissa Leo e Christian Bale não precisam de elogios. Quem me conhece sabe o quanto eu gosto desses dois e o talento deles é indiscutível.

E vamos aos filmes mais premiados da noite: "A Origem" e "O Discurso do Rei". Dois filmes que, na minha opinião, foram os melhores e mereceram as estatuetas que conquistaram. Algumas coisas eu não consigo entender e acredito que muita gente também não. "A Origem" é um filmaço! Ganhou prêmios técnicos importantes, como: melhor fotografia, melhores efeitos especiais (merecidamente, vamos concordar), melhor mixagem e edição de som. Mas Christopher Nolan não foi indicado como melhor diretor... alguém entende isso? O filme é bom, com efeitos especiais incríveis, mas ninguém fez? Vai entender...

Porém, fiquei feliz com o Tom Hooper como melhor diretor. Sem dúvidas, "O Discurso do Rei" é excelente. Um prêmio justo, não posso negar. Torci até que levasse melhor figurino também. Acredito que o prêmio de melhor direção de arte já estaria bom para "Alice". Não posso esquecer de comentar também que Colin Firth estava brilhante em cena. O filme no começo é morno, deu até tédio. Mas depois nós vamos torcendo por aquele moço gago (que é um rei) e tudo isso deixa fascinante essa parte da história que eu mesmo desconhecia.

Adorei a premiação de "O Discurso do Rei" como melhor filme. Mas confesso que se eu tivesse que votar, votaria em "A Origem". Resumindo: ao contrário de 2010, fiquei feliz com o Oscar de 2011. Os dois melhores filmes foram os mais premiados. Não vou esconder que a minha vibração na hora foi: Ufa! O Facebook não ganhou.

Um comentário:

  1. Natalie Portmann é a melhor atriz de todos os tempos. Além de linda ela tem um talento e sabe esbanjar isso de uma forma diferente. Adoro todos os filmes que ela fez e todos eles foram muito bons. Eu vi o Cisne Negro. Muito bom. Ela merece esse e muitos outros prêmios. Sou fã dela.

    ResponderExcluir